por:AGAZETA DO ACRE - em: 21-11-2012

Acusado de chefiar tráfico de drogas na fronteira Brasil, Peru e Bolívia é preso

Mauro Vasquez Guerra, considerado o chefe do narcotráfico na região da fronteira Brasil, Bolívia e Peru foi preso por autoridades bolivianas ligadas a Força Especial de Luta Contra o tráfico de Drogas (FELCN).

Mauro Vasquez Guerra, considerado o chefe do narcotráfico na região da fronteira Brasil, Bolívia e Peru foi preso por autoridades bolivianas ligadas a Força Especial de Luta Contra o tráfico de Drogas (FELCN).

De acordo com informações Mauro Vasquez foi preso no último domingo, 18, na Bolívia. Ele era procurado a mais de 5 anos e além de ser acusado de chefiar o tráfico de drogas na tríplice fronteira Brasil, Bolívia e Peru e também suspeito de comandar um grupo de extermínio acusado de duas chacinas: a primeira ocorrida em setembro de 2008, quando 20 pessoas foram torturadas e mortas na cidade de El Porvenir, no estado de Pando, Bolívia e a segunda quando da morte de dois irmãos bolivianos que foram executados a tiros na praça central de Cobija.

Relação perigosa
De acordo com informações da investigação do Serviço de Inteligência boliviano, Mauro Vasquez mantinha uma relação com o mototaxista brasileiro Eronildo da Silva Lopes, preso no últmo dia 23 de outubro, na Bolívia, onde portava cerca cerca de U$ 2 mil e armas que seriam entregue a pistoleiros contratados por Vasquez para executar traficantes que estariam em dívida com ele.
O mototaxista brasileiro foi preso quando tentava sair de Cobija com destino para o Brasil, pela Ponte da Amizade. Eronildo encontra-se no Presídio de Vila Busch, mas poderá ser transferido para outro presídio por questão de segurança.

LENILDA CAVALCANTE

ENTREVISTA

Estereótipo e identidade dentro do “portovelhês”

Pesquisadora da Unir fala de aquisição da linguagem em Porto Velho. Professora Nair Gurgel do Amaral, doutora em ciências da linguagem, reforça a importância dos elementos culturais sobre a construção de identidade local em Porto Velho.

ENTREVISTA

Artista diz que apoio cultural ainda é fraco na Capital

Entrevista com o professor de teatro Francis Madson sobre as condições culturais e oferta de estrutura para o desenvolvimento de atividades artísticas em Porto velho ...

UNIVERSIDADE

Acadêmicos da Unir opinam sobre o período pós-greve

O movimento grevista que paralisou as ativida-des da Universidade Federal de Rondônia, du-rante o ano passado, ocasião em que se verificou a troca de gestores na instituição, ainda é um dos principais assuntos discutidos por ...

PESQUISA

Biomoléculas ativas no veneno de anuros

Bacharel e licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Rondônia (Unir), o pesquisador Tiago Bispo é mais uma forte promessa do mestrado em Biologia Experimental da instituição. Sua dedicação tem um ...

UNIR

Bons resultados levam bióloga da graduação para o doutorado

A pouca idade para acesso ao doutorado em Biotecnologia, pela Rede Bionorte, não foi a única exclusividade da acadêmica da Universidade Federal de Rondônia, Cleópatra Alves da Silva Caldeira. Seu desempenho excelente como ...

REPORTER1.com.br - 2012

Fone: 69 9967 0085 / Email: redacao@reporter1.com.br / r1reporter@gmail.com

Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, distribuição, comunicação pública e utilização total ou parcial do conteúdo desta página web, desde que cite a fonte.